Você sabia que é possível requisitar um adicional na aposentadoria do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social)? O adicional é de 25% e pode, inclusive, fazer com que o valor total recebido ultrapasse o teto do benefício, que em 2023 passa a ser de R$ 7.718,69.

Mas quem pode pedir o adicional na aposentadoria? Somente o aposentado que recebe aposentadoria por invalidez e que necessita de ajuda de terceiros para necessidades básicas do dia a dia. Ou seja, para atividades como tomar banho ou comer. É preciso, portanto, comprovar a necessidade.

Nesse caso, o entendimento da lei é que os 25% a mais do benefício ajudariam a arcar com as despesas de um cuidador ou acompanhante.

É preciso comprovar invalidez para pedir adicional na aposentadoria e

Foto: Gagliardi Photography/ Arquivo Pessoal

Nem todos os aposentados por invalidez podem pedir o adicional na aposentadoria

Apesar da lei determinar o benefício, nem todos os aposentados por invalidez estão aptos a requisitá-lo. Ou seja, é preciso estar dentro de uma das seguintes condições para pedir:

  • Cegueira total
  • Perda de nove ou mais dedos das mãos
  • Perda de uma das mãos e de dois pés. Ou, ainda, das pernas, quando for impossível o uso de prótese
  • Perda de dois braços ou pernas
  • Alteração das faculdades mentais com perturbação grave da vida orgânica e social
  • Doença que deixe a pessoa no leito de forma permanente
  • Incapacidade permanente para atividades da vida diária

Para pedir o adicional na aposentadoria do INSS é preciso usar o aplicativo Meu INSS, o site Meu INSS ou fazer o pedido pelo telefone 135. Nas opções virtuais, basta clicar em “Novo pedido”, digitar o nome do serviço/benefício e ir seguindo as instruções.

Será necessário passar por perícia para saber se o adicional será concedido. Nesse dia, o aposentado deve levar documentos de identificação, laudo médico e exames. É possível, ainda, fazer iso do procurador ou representante legal para isso.

Planilha de Planejamento Financeiro

Preocupado com as contas ao final do mês? Baixe a planilha GRATUITA de planejamento financeiro e fuja do vermelho!

Livro

Leia também:

STF confirma que aposentados têm direito à revisão da vida toda do INSS 

Prova de vida do INSS em 2023 será feita por cruzamento de dados 

Acessibilidade e inclusão ainda são desafios para pcds e idosos 

Compartilhe com seus amigos

Receba os conteúdos do Instituto de Longevidade em seu e-mail. Inscreva-se: